O Cantinho da Solidariedade conta hoje com cerca de 130 trabalhadores, e continua a crescer...
Aqui cultivam-se couves,
cenouras, tomate, batata-doce, milho, muito girassol, mangas, papaias, morangos, maracujás, bananas, limões; plantaram-se pinheiros e eucaliptos, porque a madeira dá sempre jeito; criam-se coelhos, galinhas, porcos, cabras e vacas; cultiva-se peixe em quatro tanques; aqui e ali cresce mais um edifício ou um abrigo; há uma moagem comunitária cujos lucros revertem para a escolinha para onde centenas de crianças vêm... - de manhã, três vezes enche a irmã a sua carrinha...


Ao princípio havia uma machamba ...

Como se podia cuidar de tantos que batiam à porta a pedir comida?
Pareciam demasiados...
Então surgiu a ideia do “trabalho pela comida”; apenas era necessário um pouquinho de terra e água, e o resto viria como resultado do trabalho...
CANTINHO DA SOLIDARIEDADE
Solidariedade, Moçambique
"o que falta na Europa, a África tem de sobra...as crianças!..."
irmã (Maria do Rosário) Ferreira