Desde 1990 que se desenvolvem vários projectos em diferentes áreas em países da África Lusófona; participou-se, entre outros, em auxílios de emergência, na construção ou equipamento de edifícios, cooperou-se em projectos já existentes, foram concedidas bolsas de estudo; ontem, como hoje.
+
A Paróquia de Santana situa-se a sul da cidade de S. Tomé – capital, da qual dista cerca de 15 Km. Esta paróquia é habitada por cerca de 21.000 pessoas e ocupa uma vasta área do Distrito de Cantagalo.  Tem uma zona central que constitui a sede da paróquia e depois tem cerca de 20 Roças (Dependências, Aldeias) entre as quais figura A Roça Monte Belo que se situa a cerca de 9 Km da sede da Paróquia. A população vive quase exclusivamente da agricultura de subsistência, havendo um ou outro chefe de família que exerce a profissão de pedreiro ou carpinteiro. Existe um número diminuto que está a fazer comércio de subsistência na cidade, sobretudo jovens. O rendimento médio diário não chega a 1 € na maioria das famílias o que explica a total degradação das habitações, restos de casas coloniais, sem qualquer reabilitação há mais de 40 anos e a paupérrima alimentação a nível proteico, desprovida de carne e peixe, demasiado caro para a maioria das famílias que, por isso, recorrem à banana, à fruta pão e outros frutos, abundantes na ilha. Para agravar  a situação de pobreza, um incêndio recente destruiu parte das habitações no conjunto geminado de casas típicas para os trabalhadores das roças, deixando 6 famílias sem teto e pondo mesmo em risco de ruína a casa principal, apagando assim um importante documento histórico É preocupante ver a quantidade de crianças em idade pré-escolar sem qualquer apoio quando os pais, sobretudo na parte da manhã, vão para os seus trabalhos agrícolas, deixando os filhos no largo, entregues a si próprios, com todos os riscos inerentes.  É premente também a necessidade de acompanhar os estudos daqueles que se encontram na escola primária a fim de realizarem os seus trabalhos escolares. Verifica-se igualmente um enorme abandono escolar dos que frequentam a 5ª e 6ª classe porque, como dizem, “não têm onde realizar os trabalhos escolares nem quem os ajude nas suas dificuldades”. Reprovam com frequência e desmoralizam.  É urgente ajudar a formação destes jovens e, projeta-se ocupar este espaço integralmente, gerindo os tempos de utilização, fomentando cursos, se necessários noturno, como por exemplo: culinária, costura, primeiros socorros, saúde materno-infantil.  Gostaríamos também de poder incluir neste projeto as pessoas idosas, para as ajudar a sair da solidão e da precariedade em que vivem.


É urgente ajudar a formação destes jovens e, projeta-se ocupar este espaço integralmente, gerindo os tempos de utilização, fomentando cursos, se necessários noturno, como por exemplo: culinária, costura, primeiros socorros, saúde materno-infantil.  Gostaríamos também de poder incluir neste projeto as pessoas idosas, para as ajudar a sair da solidão e da precariedade em que vivem.


Este projeto enquadra-se na “Luta contra a Pobreza”, na “escolaridade para todos” e também na criação de melhor saúde para todos.


Fases de execução
1.Projecto de arquitectura pelo bolseiro da AAS , o santomense António Escrivanes, que está a acabar o Mestrado em Arquitectura na Faculdade de Arquitectura do Porto. Conta com a ajuda de colegas do Estúdio onde trabalha e colaboração de alguns docentes.Escrivanes e alguns colegas deslocar-se-ão a S. Tomé para fazer um estudo exaustivo das condições da roça de modo a recuperar edifícios degradados e construir outros de acordo com as prioridades apresentadas pelo Senhor Padre Manuel Cristóvão.
2.Prioridades 
a) Reconstrução dum Salão polivalente, contíguo a uma capela inacabada.
b) Infantário.
c) Outros, em função das disponibilidades em prol duma comunidade de 21.000 pessoas


Custos
Só depois do projecto se poderão precisar custos. Neste momento a reconstrução dum Salão polivalente e da capela contígua orça 25.000 euros


Responsabilidade de operacionalização
Morada: Paróquia de Santana, Distrito de Cantagalo, S. Tomé e Príncipe, Cx Postal 104.
Contactos: O Pároco: P. Manuel Pereira Cristóvão Telefone 2265179 ou Telemóvel 9921002  email: mpcristovao35@gmail.com 



voltar

categorias

social

Sede AAS: Rua Aníbal Cunha, 193 (Igreja de Cedofeita) 4050-049 PORTO Tel.: 226 022 075 Fax: 222 086 926

site desenvolvido por mco-sites © 2014-2018